Carne moída: novas regras de venda entram em vigor; veja o que muda

  • 24/11/2022
(Foto: Reprodução)
Para Leandro Nóbrega, dono de uma rede de frigorífico, as mudanças vão melhorar o processo de produção e dar mais segurança ao consumidor. Frigoríficos vão ter um ano para se adequarem às condições. Regras valem apenas para os frigoríficos que fornecem pacotes prontos do produto às lojas. Divulgação/Procon-RJ Desde o dia 1º de novembro deste ano, estabelecimentos e indústrias produtores de carne moída que sejam registrados junto aos órgãos de inspeção de produtos de origem animal devem ficar atentos às novas regras de venda do produto. O Ministério da Agricultura publicou no dia 3 deste mês a Portaria nº 664, que aprova uma série de novas exigências para a produção e venda de carne moída pelos frigoríficos brasileiros. As regras não se aplicam para a carne moída dentro dos açougues e supermercados, apenas para os frigoríficos que fornecem pacotes prontos do produto às lojas. Na sua casa: como congelar e descongelar a carne moída? Prazo de validade em vegetais não precisa ser mais informado por produtores Para Leandro Nóbrega, dono de uma rede de frigorífico, as mudanças são bem-vindas e servem principalmente como precaução para beneficiar os consumidores. "Com essas novas normas, agora a carne moída será registrada junto ao Serviço de Inspeção Federal e Sistema Brasileiro de Inspeção de Produtos de Origem Animal. Essa atualização só tende a trazer melhoria no processo de produção", afirma. Para além das normas estabelecidas, o empresário esclarece que o consumidor pode ficar atento a detalhes perceptíveis visualmente antes de escolher qual tipo levar para casa. "Eu sempre digo que é legal ir em certos estabelecimentos e olhar a cor das carnes, é um dos processos importantes. A cor bem vermelha indica que a carne é de qualidade e está fresca, indica sua validade e maciez da mesma", explica Nóbrega que faz questão de enfatizar os cuidados com a higiene e armazenamento do produto. "O armazenamento realmente é algo muito importante, é preciso preservar bem os produtos que ali estão. É preciso ter temperatura correta e verificar a qualidade do local. A higienização e manutenção devem ser corretas e feitas sempre. Isso tudo é primordial", conclui. Confira novas regras: A carne moída deverá ser embalada imediatamente após a moagem, devendo cada pacote do produto ter peso máximo de 1 quilo; Não é permitida a obtenção de carne moída a partir de moagem de carnes oriundas da raspagem de ossos ou obtidas de quaisquer outros processos de separação mecânica dos ossos; A carne obtida das massas musculares esqueléticas é ingrediente obrigatório na fabricação de carne moída; A porcentagem máxima de gordura do produto deverá ser informada no painel principal, próximo à denominação de venda; A matéria-prima para fabricação do produto deve ser exclusivamente carne, submetida a processamento prévio de resfriamento ou congelamento; É proibida a utilização de carne industrial para a fabricação de carne moída e a obtenção de carne moída a partir de moagem de miúdos; A carne moída resfriada deverá ser mantida entre 0°C e 4°C e a carne moída congelada à temperatura máxima de -12°C; O produto não poderá sair do equipamento de moagem com temperatura superior a 7°C e deve ser submetido imediatamente ao resfriamento ou ao congelamento rápido. Veja mais notícias do Ceará no g1 em 1 Minuto

FONTE: https://g1.globo.com/ce/ceara/noticia/2022/11/24/carne-moida-novas-regras-de-venda-entram-em-vigor-veja-o-que-muda.ghtml


#Compartilhe

Aplicativos


Locutor no Ar

Peça Sua Música

Fale Diretamente conosco clicando no ícone do WhatsApp abaixo do E-mail no final da Pagina

Top 5

top1
1. Raridade

Anderson Freire

top2
2. Advogado Fiel

Bruna Karla

top3
3. Casa do pai

Aline Barros

top4
4. Acalma o meu coração

Anderson Freire

top5
5. Ressuscita-me

Aline Barros

Anunciantes